Meu Dinheiro

Cuidado com os títulos de outubro

Procurando valor? Considere GM
cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br



Quando perguntado em uma entrevista recente se as ações estavam supervalorizadas, o economista Robert Shiller, vencedor do Prêmio Nobel, respondeu que pensava assim, mas não em relação aos títulos que estavam passando por uma bolha total. Na mesma linha, o CEO do JP Morgan, Jamie Dimon, afirmou que viu os rendimentos dos títulos do Tesouro de 10 anos aumentar para 5,0% no próximo ano.

Na minha opinião, seus medos em relação ao mercado de títulos são mais do que justificados. O comportamento dos preços dos títulos tem sido impressionante. Para ver o porquê, vamos começar com alguns dados. O Anexo 1 mostra o rendimento dos títulos do Tesouro de 10 anos e dos títulos protegidos pela inflação do Tesouro de 10 anos, ou TIPS, de janeiro de 2003 a meados de setembro de 2018. O rendimento no TIPS é um rendimento real. O investidor que detém o TIPS recebe o rendimento real mais a inflação. O rendimento do título do Tesouro a 10 anos é o rendimento nominal normal. A diferença entre os dois rendimentos reflete a inflação esperada para os próximos 10 anos. Observe que em 2005, bem antes do início da crise financeira, o rendimento nominal dos títulos do Tesouro a 10 anos era de cerca de 5,0% e o rendimento real no TIPS era de 2,5%. Em comparação, o rendimento atual dos títulos do Tesouro a 10 anos é inferior a 3,0% e o rendimento real do TIPS é inferior a 1,0%.
Os números atuais, em comparação com os números anteriores, não seriam surpreendentes se as condições econômicas fossem frouxas, mas o contrário é verdadeiro. Como o presidente Trump gosta de “trompete”, o desemprego está próximo dos mínimos históricos de todos os tempos e o crescimento econômico acelerou acentuadamente. Embora se possa esperar que o Fed esteja apertando significativamente nessas circunstâncias, a política monetária permaneceu acomodatícia. A política fiscal, por outro lado, atingiu um território desconhecido. Apesar do fato de a economia estar disparando nos quatro cilindros, o governo federal ainda está enfrentando grandes déficits. Juntar tudo isso e prever um retorno ao ambiente da taxa de juros de 2005, como o Prof. Shiller e o Sr. Dimon parecem estar fazendo, parece mais do que razoável. Portanto, os investidores devem tomar cuidado com os títulos de outubro. Se os rendimentos reais e nominais voltarem aos níveis de 2005, os detentores de títulos sofrerão perdas significativas de capital e os preços das ações também poderão cair.
Cuidado com os títulos de outubro 1
cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br
READ  Links COVID-Economics (3 de abril) ~ Antonio Fatas na economia global

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *